CIDADE DA GRANDE CURITIBA ZERA TARIFA DO TRANSPORTE COLETIVO

Foto: Ari Dias/AEN

Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, terá tarifa zero para o transporte coletivo que opera dentro do município. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (09/03) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pelo prefeito Loreno Tolardo e passará a valer a partir de 21 de março. A cidade é a primeira na Região Metropolitana a implantar o benefício, que atende cerca de 11,7 mil passageiros que embarcam nos ônibus diariamente. As informações são da AEN.

A isenção do valor da passagem foi possível com a assinatura de um Termo de Cooperação entre Prefeitura de Quatro Barras e o Governo do Estado, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), que prevê a divisão do subsídio tarifário entre o Estado e o município.

Hoje, a passagem em Quatro Barras é de R$ 4,50, porém, a tarifa técnica – que é o custo do sistema dividido pelo número de usuários – é de R$ 8,79. Deste valor, R$ 4,29 são pagos pelo Governo do Estado, que investe cerca de R$ 16 milhões mensais como forma de subsídio para a rede intermunicipal de transporte, permitindo a integração de 19 cidades da Região Metropolitana com a Capital, com a circulação de 219 mil passageiros por dia.

Agora, o restante da tarifa passa a ser subsidiado também pelo município, em um investimento mensal previsto de cerca de R$ 160 mil. “É um projeto pioneiro que vai beneficiar muito a população de Quatro Barras. Com estudo e planejamento, a iniciativa pode ser levada a outras cidades para melhorar o transporte público, que é um grande desafio para os gestores”, destacou Ratinho Junior.

O prefeito de Quatro Barras disse que a medida vai incentivar o deslocamento das pessoas na cidade, influenciando no comércio local e reduzindo o custo das empresas, que já não terão mais gastos com vale-transporte. “As pessoas vão usar o transporte público para se deslocar de forma gratuita dentro da nossa cidade, o que vai fomentar o comércio local. Também é uma boa estratégia para atrair investimentos”, disse. “É um projeto fantástico e inovador, que só foi possível com a parceria com o Governo do Estado e a Comec”, afirmou Tolardo.

ESTUDOS – O novo modelo em Quatro Barras foi proposto a partir de estudos feitos pela equipe técnica da Comec. Segundo o presidente Gilson Santos, a ideia é incentivar outras cidades a adotarem o modelo. “Isso é um ganho para a própria municipalidade e principalmente aos usuários do transporte coletivo. Precisamos de iniciativas inovadoras que valorizem o transporte e resgatem sua importância como direito social”, afirmou.

Segundo ele, há algum tempo a Comec estudava iniciar um projeto-piloto de tarifa zero em algum município da Região Metropolitana, com o intuito de fortalecer o gerenciamento do sistema de transporte local. “Com isso, a comunidade pode transitar pela cidade sem pagar pela tarifa. O Estado apoia com o pagamento de uma parcela do subsídio, mas a prefeitura entra com a maior parte. A população só paga a passagem se for sair da cidade, para se deslocar aos municípios vizinhos, por exemplo”, disse.

Para usar o benefício, ainda será necessário utilizar o cartão Metrocard, pois ele fornece informações importantes para o sistema, como o número de usuários das linhas. A utilização do cartão, porém, não vai resultar na cobrança da tarifa.

LINHAS – Além da tarifa zero, o convênio também prevê a ampliação nas linhas do transporte coletivo de Quatro Barras, que passa de duas para quatro: Borda do Campo, atendendo a região; São Pedro-Menino Deus, na região da Britanite; Palmital-Ribeirão do Tigre, na região do Rio do Meio; e Santa Luzia, atendendo a região.

Todas as linhas locais farão parada no Terminal Municipal de Quatro Barras, onde o usuário pode fazer conexão com Curitiba e Campina Grande do Sul. Para fazer a integração, porém, o usuário pagará as tarifas de R$ 4,75, para uso do cartão, ou de R$ 5,50 para pagamento em dinheiro. Confira o  Mapa itinerário  de todas as linhas.

PRESENÇAS – Acompanharam o anúncio o vice-governador Darci Piana; o diretor de Transportes da Comec, Wilian Corrêa; o deputado estadual Alexandre Curi; o vice-prefeito de Quatro Barras, Jarbas Mocellin; e o secretário municipal de Captação de Recursos, Levi Camargo.

Da AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *