CÂMARA DE ARAUCÁRIA INSTAURA CPI PARA INVESTIGAR SAÚDE

CÂMARA DE ARAUCÁRIA INSTAURA CPI PARA INVESTIGAR SAÚDE

Os vereadores da Câmara de Araucária protocolaram, na terça-feira (10), requerimento de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades no contrato firmado entre o Município de Araucária e o Instituto Vida e Saúde (INVISA). 

As justificativas do requerimento foram baseadas em diversas denúncias feitas por usuários do Hospital, como falta de medicamentos, insumos e falta de médicos capacitados para o Pronto Atendimento Infantil (PAI) e pela reprovação das contas apresentado pela empresa à Comissão de Fiscalização do Contrato de Gestão. 

Segundo o regimento interno, são necessárias quatro assinaturas para a instauração da CPI. Até o início da sessão plenária do dia 10, apenas três vereadores haviam assinado o requerimento. No calor do momento, o vereador Aparecido Ramos (PDT) fez pressão sobre os demais vereadores que acabaram por assinar o documento.

Já na última terça-feira (17) a presidência da Câmara leu os ofícios de origem dos presidentes dos partidos que possuem representação na casa, documento este que indica o parlamentar a compor a Comissão.

Nesta quinta-feria (19), os vereadores membros da comissão se reuniram por volta das 9h00 na sala da presidência, e definiram que Elias Almeida (Solidariedade) será o Presidente e Tatiana Assuiti (PSDB) a relatora da CPI da Saúde. 

A Comissão tem o prazo de 240 dias para findar seus trabalhos, podendo ser prorrogado por deliberação da Comissão.

Foto: Waldiclei Barboza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *