BOLSONARISTAS DO PARANÁ DECIDEM FICAR NO PSL DE OLHO NAS ELEIÇÕES

BOLSONARISTAS DO PARANÁ DECIDEM FICAR NO PSL DE OLHO NAS ELEIÇÕES

Dos oito deputados estaduais do PSL do Paraná, ao menos metade está de olho nas eleições de outubro próximo e não pretende deixar a sigla, apesar da saída do presidente Jair Bolsonaro, no fim do ano passado. As informações são de Catarina Scortecci, da Gazeta do Povo.

Com a possibilidade de a legenda “Aliança pelo Brasil” não ser criada a tempo para entrar na disputa eleitoral de 2020, interessados no pleito não devem arriscar uma desfiliação, ainda que tenham relação próxima com as bandeiras bolsonaristas. O caso mais emblemático é o do deputado estadual Delegado Francischini, que coordenou a campanha de Bolsonaro no Paraná em 2018, mas que já avisou que continuará no PSL para manter sua pré-candidatura à prefeitura de Curitiba.

“[A prefeitura de Curitiba] é um projeto de oito anos. É muito risco sair agora para um partido que tem poucas chances de sair antes da eleição e eu ficar sem legenda para concorrer”, admitiu Francischini em entrevista à Gazeta do Povo, durante seu percurso a pé pelo bairro Cajuru. “Estamos andando já, na pré-campanha. Hoje estou fazendo o Cajuru. Vendo os pontos que têm mais problema”, contou ele.

Francischini avalia que o rompimento de Bolsonaro com Luciano Bivar, atual presidente do PSL, foi “muito ruim”, mas que não tem como deixar de apoiar o ex-correligionário. “Eu tentei até a última hora fazer a tentativa de apaziguamento. Não foi possível, infelizmente. Mas tenho com o Bolsonaro uma ligação de princípios e valores, de combate ao PT, combate à corrupção. Não tem por que deixar a briga partidária influenciar no projeto que ajudamos a construir e que confiamos. Seria mesquinho deixar de apoiar o governo Bolsonaro em função da separação do PSL e do presidente”, disse o parlamentar, que desde o início do ano é o secretário nacional do PSL.

“As duas candidaturas prioritárias hoje para o PSL são a minha em Curitiba e a da deputada federal Joice Hasselmann em São Paulo. O PSL já informou que vai jogar toda a estrutura partidária, todas as fichas, na minha candidatura e na da Joice”, antecipou ele.

Na Assembleia Legislativa, além de Francischini, o PSL vai tentar eleger os deputados estaduais Ricardo Arruda para a prefeitura de São José dos Pinhais; Delegado Fernando para a prefeitura de Umuarama; e Emerson Bacil para a prefeitura de São Mateus do Sul. Outros integrantes da bancada do PSL ainda avaliam se vão migrar para o futuro Aliança pelo Brasil.

Foto: Dálie Felberg / Alep

Da Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *