APÓS PRESSÃO, PREFEITURA DE CURITIBA VOLTA ATRÁS E LIBERA ABERTURA DE ACADEMIAS

APÓS PRESSÃO, PREFEITURA DE CURITIBA VOLTA ATRÁS E LIBERA ABERTURA DE ACADEMIAS

A prefeitura de Curitiba voltou atrás na sua decisão de proibir a abertura das academias dois dias após o anúncio da bandeira laranja na capital. A nova decisão foi tomada na tarde desta segunda-feira (15/06), depois de uma reunião entre representantes e sindicatos dos centros esportivos com nomes das secretarias municipal da Saúde e do Governo. O lutador Wanderley Silva também participou da reunião, ao lado dos representantes dos centros esportivos. Agora, as academias estão autorizadas a reabrir já nesta terça-feira (16/06). As informações são de Daniel Malucelli, da Tribuna do Paraná.

“A gente reforça que todas as academias sigam as orientações rígidas determinadas. Mas acredito que foi reconhecida a segurança dos protocolos que as academias estão tomando para a reabertura”, explica Fernando Amaral, presidente da Associação dos Centros de Atividade Física do Brasil (ACAF-PR).

No sábado (13/06), o prefeito Rafael Greca e a secretária da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, anunciaram bandeira laranja para o combate do novo coronavírus. Com isso, a prefeitura havia proibido a abertura das academias e centros esportivos a partir desta segunda-feira (15). Mas a decisão causou revolta na classe e um grupo de frequentadores e donos de academias fizeram um protesto em frente ao prédio do prefeito no sábado (13), no bairro Batel. Outra manifestação aconteceu na manhã desta segunda-feira (15) em frente ao Palácio 29 de Março, sede da prefeitura de Curitiba, no Centro Cívico. A maior crítica era que shoppings não tiveram a mesma restrição.

As academias tiveram as atividades suspensas na capital no dia 19 de março, seguindo recomendação do governo estadual, mas voltaram a funcionar a partir do dia 1º de junho com o aval do governo federal, que incluiu no dia 11 de maio os centros de atividade física como atividade essencial.

“Termo de Responsabilidade”
No início da noite desta segunda-feira (15), a prefeitura de Curitiba informou que vai criar um “Termo de Responsabilidade Sanitária para o Enfrentamento da Covid-19” como um documento obrigatório para o funcionamento do setor. Este documento deve ser disponibilizado na quarta-feira (17), mas as academias já podem reabrir na terça-feira (16). A partir do momento em que o termo foi oficializado pela prefeitura, todas as academias deverão assinar para seguir funcionando. Existe também a possibilidade de mais alterações nas regras de funcionamento.

Foto: Divulgação

Da Tribuna do Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *