APÓS 44 DIAS INTERNADA POR CORONAVÍRUS, CURITIBANA VAI PASSAR O DIA DAS MÃES EM CASA

APÓS 44 DIAS INTERNADA POR CORONAVÍRUS, CURITIBANA VAI PASSAR O DIA DAS MÃES EM CASA

Glória Maria de Camargo Moro, 70 anos, vai passar o Dia das Mães em casa com os filhos após 44 dias internada no Hospital Geral de Curitiba (HGeC), destinado a militares e dependentes das Forças Armadas, em Curitiba, lutando contra o Covid-19. Ela contraiu o vírus nos Estados Unidos, onde mora sua filha. “Uma alegria que vem da alma, porque não foi fácil. Foi um presente de Deus e das médicas e enfermeiras que cuidaram de mim com tanta dedicação”, disse Glória. A alta foi cercada de emoção na sexta (08/05). As informações são de Josianne Ritz, do Bem Paraná. 

“Ela foi nossa primeira paciente grave de covid-19, chegou num momento bem inicial da doença no Brasil. Chegou na UTi já com insuficência respiratória, precisando de entubação”, explicou a médica intensivista Capitã Arana. O filho de Gloria, Maurício Camargo, lembrou que a evolução da coronavírus foi muto rápida: “Na noite anterior ela estava com tosse, um pouco de febre, mas foi dormir. No dia seguinte, às 6 horas, eu achei estranho o silêncio e resolvi entrar no carro. Ela estava imóvel. Quando cheguei perto, a mãe disse que estava fraca e não conseguia se mexer. Fomos para o hospital e daí ela entrou e não a vimos mais”. “Os médicos foram sensacionais. Explicaram bem a situação, atendiam nossas ligações. E até fizemos uma videochamada com ela antes da hora que foi essencial para ela e para nós”, lembra Camargo. Dos 44 dias de internamento, 42 ela passou na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 

Dona Glória fez até aniversário enquanto estava no hospital, no dia 22 de abril. A saída dela do hospital foi com muita festa e emoção da equipe. 

Ela teve alta no mesmo dia que o  médico Jamal Bark, que estava com coronavírus e ficou hospitalizado por quase 50 dias.Ele estava internado no hospital Marcelino Champagnat desde o dia 19 de março. Nesse período, ele ficou 39 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Foto: Jackson Mendes

Do Bem Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *