AO MENOS 20 DEPUTADOS DO PARANÁ ENSAIAM DISPUTAR AS ELEIÇÕES EM NOVEMBRO

AO MENOS 20 DEPUTADOS DO PARANÁ ENSAIAM DISPUTAR AS ELEIÇÕES EM NOVEMBRO

“Entre os 54 deputados estaduais e 30 deputados federais do Paraná, ao menos 20 estão de olho nas eleições de novembro, quando serão definidos prefeitos e vereadores para os próximos quatro anos, em todo país. Se perderem o pleito, possuem mais dois anos de mandato, na Assembleia Legislativa ou na Câmara Federal. As informações são de Catarina Scortecci, da Gazeta do Povo.

Somente a prefeitura de Curitiba atrai seis parlamentares, como o deputado estadual Delegado Francischini (PSL). Já no ano de 2018, ele optou por não disputar a reeleição na Câmara Federal, em Brasília, para garantir uma cadeira na Assembleia Legislativa, com sede em Curitiba, sua principal base eleitoral. Francischini se elegeu com o maior número de votos da história do legislativo estadual.

Quem também se manteve em Curitiba já de olho na disputa de 2020 foi o deputado federal Ney Leprevost (PSD): ele foi eleito para a Câmara Federal em outubro de 2018, mas, logo após a posse em Brasília, no início de 2019, se licenciou para assumir em Curitiba uma secretaria na gestão Ratinho Junior (PSD). Voltou para a capital federal, para reassumir o mandato, somente no mês passado, em obediência às regras eleitorais de desincompatibilização.

Embora esteja filiado ao mesmo partido político de Leprevost, Ratinho Junior deve se manter neutro durante a campanha eleitoral, já que Francischini também é um aliado. Na Assembleia Legislativa, Francischini está no comando do principal colegiado interno, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), porta de entrada de todas as proposições protocoladas na Casa.

Outros três deputados federais do Paraná também estão de olho na prefeitura de Curitiba: Luizão Goulart (Republicanos), Luciano Ducci (PSB) e Gustavo Fruet (PDT). O primeiro já foi prefeito de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Já Ducci e Fruet são ex-prefeitos de Curitiba. No caso de Fruet, o PDT ainda não é unânime: o deputado estadual Goura (PDT) também colocou seu nome para a disputa na capital paranaense. Ex-vereador de Curitiba, Goura exerce seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa.

A segunda maior cidade do Paraná, Londrina, também atrai deputados federais e estaduais. De olho na prefeitura de Londrina, estão os deputados federais Boca Aberta (Pros), Diego Garcia (PODE) e Filipe Barros (PSL). Na Assembleia Legislativa, o nome do deputado estadual Tiago Amaral (PSB) também é colocado por correligionários como uma possibilidade para o pleito londrinense.

Para a prefeitura de Maringá, três deputados estaduais ensaiam se inscrever para a disputa: Homero Marchese (Pros), Delegado Jacovós (PL) e Dr Batista (DEM). Em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, a eleição também pode contar com dois deputados estaduais: Ricardo Arruda (PSL) e Gilberto Ribeiro (PP).

Outros nomes de parlamentares estão de olho em prefeituras de cidades: o deputado federal Aliel Machado (PSB) deve novamente tentar ser prefeito de Ponta Grossa; e o deputado federal Roman (Patriota) está de olho na prefeitura de Cascavel. Já o deputado estadual Delegado Fernando Martins (PSL) ensaia candidatura à prefeitura de Umuarama; o deputado estadual Emerson Bacil (PSL) pode tentar a prefeitura de São Mateus do Sul; e o deputado estadual Galo (PODE) está de olho na prefeitura de Paranaguá.”

Foto: arquivo Alep

Da Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *