A ARGENTINA COMEÇA A TRILHAR O RUMO DA VENEZUELA – DIZ BOLSONARO

A ARGENTINA COMEÇA A TRILHAR O RUMO DA VENEZUELA – DIZ BOLSONARO

Como de praxe, o presidente Jair Bolsonaro fez declarações polêmicas nesta quarta-feira (14). Ele voltou a atacar os candidatos esquerdistas à presidência e vice da Argentina, Alberto Fernández e Cristina Kirchner.

Em evento no Piauí, o presidente Bolsonaro disse:

A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque nas primárias, bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”.

A declaração foi uma tréplica a criticas feitas por Fernández na terça-feira (13).

A troca de farpas entre Bolsonaro e Fernández começou na com a derrota do presidente argentino, Mauricio Macri, para a chapa encabeçada por Alberto Fernández nas eleições primárias na Argentina. Em referência à vitória da esquerda argentina, Bolsonaro disse:

Povo gaúcho, se essa ‘esquerdalha’ voltar aqui na Argentina, nós poderemos ter sim, no Rio Grande do Sul, um novo estado de Roraima. E não queremos isso: irmão argentinos fugindo pra cá, tendo em vista o que de ruim parece que deve se concretizar por lá, caso essas eleições realizadas ontem se confirmem agora no mês de outubro”.

Fernández não demorou para responder. Horas depois, em um programa na televisão argentina, o presidenciável disparou:

Em termos políticos, eu não tenho nada a ver com Bolsonaro. Comemoro enormemente que fale mal de mim. É um racista, um misógino, um violento…”.

Enquanto Jair Bolsonaro e Alberto Fernández batem boca na imprensa, o presidente da Argentina, Mauricio Macri, corre atrás do prejuízo. Tendo sido derrotado nas primárias, o presidente argentino busca aumentar sua popularidade. Anunciou, nesta quarta-feira, um pacote de medidas econômicas. Entre as quais: elevação do salário mínimo vigente na Argentina, bônus a trabalhadores e congelamento do preço da gasolina pelos próximos 90 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *